Como limpar o canil do seu bichinho corretamente

Dicas para fazer uma faxina rápida e organizada
Dicas para fazer uma faxina rápida e organizada
1 de junho de 2021
5 áreas esquecidas para focar ao limpar o banheiro
8 de junho de 2021
Como limpar o canil do seu bichinho corretamente

Manter a casa em ordem é sempre bom! Porém, muitas pessoas acabam esquecendo de limpar o canil do seu bichinho.

Eles, assim como nós, também precisam de um local totalmente limpo e sem acúmulo de sujeira e bactérias, evitando, assim, futuros problemas de saúde e bem-estar.

Por mais fofo que seu amigo peludo seja, pode ser um pouco desafiador manter o canil sempre limpo, higienizado e com cheiro de fresco, não é mesmo? E os cães adoram uma casa limpa e arrumada.

Talvez você tenha comprado uma casinha de metal, plástico ou tenha construído um ambiente totalmente personalizado pra ele e esteja se perguntando como garantir que seu melhor amigo tenha um ambiente agradável, limpo, confortável e seguro para se aconchegar.

Preparamos o conteúdo de hoje com dicas essenciais para realizar a limpeza no canil de maneira eficaz e prática. Confira!

Por que é importante limpar o canil com frequência

Assim como nossa casa, o canil também acumula diversas bactérias e germes que fazem mal para o seu cachorro, além de apresentarem também um risco à saúde da sua família e seus vizinhos. Para você entender qual a importância de limpar o canil com frequência, veja os pontos abaixo:

Segurança sanitária

Não somente os cães, mas nós também corremos o risco de pegar certas bactérias ao ter contato direto com a sujeira do canil.

Por esse motivo, devemos tomar cuidado na hora de efetuar a limpeza para não ocorrer nenhum tipo de imprevisto.

Por isso, limpar o canil é fundamental para garantir a segurança sanitária de todos.

Saúde do pet

Os canis sujos possuem um forte odor, não há como negar. Porém, muito mais do que apenas um cheiro ruim, eles representam uma ameaça séria para a saúde dos animais.

Um exemplo de doença, que é muito conhecida, é o parvovírus canino tipo 2 — também conhecido como parvo — que é altamente contagioso.

Essa doença se espalha rapidamente de cachorro para cachorro por contato direto com fezes.

Esse é só um dos exemplos de doenças que o seu animalzinho pode acabar contraindo caso não haja um esforço do seu dono para limpar o canil.

 

Evitar a proliferação de parasitas

Se você deseja fornecer um lar higiênico para seu cão, é necessário fazer a limpeza do canil frequentemente. Isso porque as fezes podem espalhar bactérias e parasitas.

Nunca deixe as fezes acumularem de um dia para o outro! Pois além de provocar um odor super desconfortável, este hábito poderá também prejudicar o seu cachorro, uma vez que ele ficará em um ambiente com maior propensão de manifestação e proliferação de bactérias.

Seja limpando um canil pequeno ou grande, existem algumas etapas práticas que você pode realizar para garantir que seja bem feito. Acompanhe as dicas abaixo.

Dicas para limpar o canil corretamente

Agora que você já sabe da importância de limpar o canil frequentemente, veja as dicas que separamos para facilitar sua rotina de limpeza e cuidados:

Antes de qualquer coisa, leve o seu cachorro para um local seco, seguro e limpo, evitando que ele atrapalhe na hora da limpeza.

Escolha os produtos adequados

Como os cães estão em contato direto com o canil, com a cama e os brinquedos, os produtos utilizados na hora de realizar a limpeza devem ser adequados para eles e para o trabalho pesado de higiene.

Hoje em dia existem diversos tipos de materiais de limpeza que foram feitos especialmente para cuidar do ambiente do seu pet.

Mas além desses produtos, você também pode fazer sua própria solução de limpeza com o que você tem dentro da dispensa. Existem algumas soluções diferentes que você pode utilizar, que são:

Meia xícara de água sanitária para um galão de água;
Uma parte de detergente de louça para dez partes de água;
Meia xícara de vinagre branco para um galão de água.

Além dessas soluções, utensílios como vassoura, rodos, paninhos, esponjas e luvas são necessários para limpar o canil de forma eficiente.

Foque na limpeza de áreas fechadas

Geralmente as áreas fechadas são as que mais sofrem com o mau cheiro e bactérias. Desse modo, foque sempre em fazer uma limpeza mais elaborada em canis que não são abertos.

Lave todos os objetos de tecido (cama, cobertores e até brinquedos de pelúcia).

A caminha do seu pet é provavelmente a parte mais fácil do processo de limpeza. Basta colocá-la em um ciclo de lavagem simples para remover todas as sujidades e bactérias acumuladas durante o uso.

Mas é importante certificar-se de que todas as almofadas e caminhas sejam macias e seguras para a máquina de lavar, além de garantir, por meio da etiqueta da cama, se é possível colocá-la na máquina de lavar em primeiro lugar.

Potes de ração e água

Os potes de água e ração também precisam ser higienizados corretamente. Não vale apenas passar uma água, viu? É importante que sejam lavados com um detergente neutro e uma esponja macia e limpa.

Não deixe xixi e cocô acumularem!

O acúmulo de xixi e cocô sempre dificultam a limpeza no canil. Sendo assim, sempre que possível, tente retirar as fezes e borrife vinagre de álcool puro nas regiões mais impregnadas com o cheiro de xixi.

Faça isso ao menos duas vezes ao dia e não terá mais este problema para lhe incomodar.

Enxaguar e secar

Por fim, enxaguar abundantemente com uma mangueira é o ideal para a eliminação de qualquer resíduo que restou.

Se possível, utilize água quente para facilitar o processo, seque com um pano seco e, logo após, deixe secar naturalmente para não ficar nenhuma umidade no canil do seu pet.

Conclusão

Esperamos que todas essas dicas possam te ajudar a limpar o canil com segurança e agilidade. Dessa forma, seu amigo peludo terá sempre um lar aconchegante, limpo e cheiroso para desfrutar.

Ao mesmo tempo, limpar o canil com frequência é fundamental não só para a saúde do seu pet, mas também a sua, da sua família e dos seus vizinhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *